1/4
Falha

Escultura, 2020

A construção da cidade de Brasília surgiu com o desejo de progresso, modernidade e avanço. O próprio nome Brasília se estabeleceu como marca, um verdadeiro slogan de cidade capital ideal de um país.

 

O trabalho “Falha” toma como reflexão crítica esse desejo utópico. Para a obra, um copo produzido como souvenir e lançado na data da inauguração da cidade, é usado aqui como metáfora da cidade. Na obra, o copo é apresentado sobre uma prateleira de madeira com água. Porém, por estar danificado, o conteúdo vaza escorrendo pela prateleira até o chão, instaurando um problema de constante manutenção.