1/3
Monumento, da série Casa Própria

Escultura, 2020

“Monumento”, 2020 da série “Casa Própria”, parte de um olhar sobre a história e memória da construção da cidade de Brasília. O título Monumento, retoma o pensamento do arquiteto Oscar Niemeyer naquele período. Quando concebeu o projeto do Palácio da Alvorada, Niemeyer mencionava a todos que aquela construção tinha para ele um desejo monumental, por ser o primeiro edifício inaugurado na Capital Federal, deveria ser um verdadeiro monumento na cidade. Inaugurado em 1958 e construído para ser a residência oficial de todos que exercessem o cargo de Presidente da República do Brasil, o Palácio da Alvorada é símbolo de luxo e conforto em um país repleto de desigualdade sobretudo habitacional.

Para a obra, a imagem de uma fotografia do Palácio ainda em construção, de autoria anônima e comprada em uma feira de objetos de segunda mão, é reproduzida e exposta sobre uma pilha de sacos de cimento da marca Alvorada. Busca-se aqui uma relação metafórica e irônica. A própria imagem da construção se sustenta com a pilha de cimentos, que apresenta em sua embalagem uma identidade gráfica com o desenho da coluna de sustentação do Palácio da Alvorada.


Obra apresentada na exposição Casa Carioca (2020), com curadoria de Joice Berth e Marcelo Campos no MAR - Museu de Arte do Rio.